cadernos de campo v.26

 

    O último número da Revista Cadernos de Campo foi divulgado recentemente. O número apresenta o a primeira parte do Especial organizado pela comissão editorial da revista que, nas palavras dos editores, "toma como problemática as adversidades que compõem o trabalho antropológico e aborda questões que atravessam diferenças de gênero e nacionalidade, violências e negociações com formas institucionais de uso do poder, práticas de racialização de corpos que perpassam a produção da experiência de estar em campo e de escrever a partir dele". Além do Especial, este número apresenta também artigos, ensaios, resenhas e a tradução do ensaio "Antropologia versus Etnografia", de Tim Ingold.

 

    Pesquisadores do PPGAS-MN deram valiosas contribuições para este número. O doutorando João Alípio de Oliveira Cunha abre a seção Artigos & Ensaios com o texto "Em busca de um espaço: a linguagem gestual no candomblé de Angola. À memória de Marlene de Oliveira Cunha". A doutoranda Marcela Rabello de Castro Centelhas também contribui para esta seção com o artigo "Sobre a “unidade das lutas”: a política dos movimentos e seus encontros". Na seção Especial, o pesquisador de Pós-Doutorado Victor Hugo Souza Barreto escreve "Quando a pesquisa é o problema: o tabu no estudo das práticas sexuais".

 

    Confira o sumário completo e acesse os textos aqui.

 

 

lat N.3

 

    A Revista Latinoamericana de Antropología del Trabajo divulgou seu mais recente número, que traz o dossiê "Trabajo, conflictividad y resistencias". Além dos textos que compõem o dossiê, este número traz também artigos variados, resenhas críticas e uma seção de ensaios fotográficos. Dentre os artigos, está o texto "Além do descanso: os lugares da “folga” no trabalho em padarias (Rio de Janeiro, Brasil)", escrito por Antônio Carriço - um dos coordenadores do Núcleo de Antropologia do Trabalho, estudos biográficos e de trajetórias (NuAT), da UFRJ e Pós-Doutorando no PPGAS-MN/UFRJ.

 

    Confira o sumário completo e acesse os textos aqui.

 

    CHAMADAS PARA TRABALHOS

 

    Além de seu novo número, a revista convoca pesquisadores a contribuir para o dossiê "Memorias, Biografías y Trayectorias de la clase trabajadora en América Latina", que comporá o fascículo do primeiro semestre de 2019. O prazo de envio é 15/01/19. Saiba mais aqui.

   

    Também está aberta a chamada para o fascículo do segundo semestre de 2019, que terá como tema "Migraciones y trabajo". O prazo de envio é 03/06/19. Leia mais neste link.

 

    SOBRE A REVISTA

 

    A Revista Latinoamericana de Antropología del Trabajo é uma publicação semestral do Centro de Estudios e Investigaciones Laborales (CEIL-CONICET), da Argentina, e do Centro de Investigación y Estudios Superiores en Antropología Social (CIESAS-CONACYT) do México.

 

 

Olhar incomformado

 

    O livro "Olhar In(com)formado: teorias e práticas da Antropologia Visual", organizado por Mariano Baez Landa e Gabriel Alvarez, foi disponibilizado para download em iniciativa do PPGAS/UFG: Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da Universidade Federal de Góias. Publicado pela editora da mesma universidade em 2017, a coletânea reúne artigos de autores brasileiros, mexicanos ou que tem trânsito no Brasil e "apresenta as principais tendências na antropologia visual fruto de diálogos e encontros realizados no Brasil e no México".

 

    Clique aqui para fazer download do livro.

 

 

    Confira as alterações ocorridas na norma de NBR 6022:2018 que refere-se à publicação de artigos de periódicos.

 NBR6022 2018

 

    Para consultar esta norma na íntegra acesse a Coleção das Normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (o acesso deve ser feito dentro do ambiente da UFRJ): http://www.abntcolecao.com.br/UFRJ/

 

 

Chamada de trabalhos PROA

    A Proa: Revista de Antropologia e Arte abriu chamada de trabalhos para compôrDossiê Antropologia, Arquitetura e Design. O dossiê vai se concentrar nos nexos entre a Antropologia, a Arquitetura e o Design (visual, de som, de produtos, de ambientes, de moda, de interiores). Serão aceitos artigos e ensaios visuais que se dediquem a pensar as relações entre as cidades e suas produções simbólicas, por meio do escrutínio de trajetórias individuais ou coletivas de pessoas e objetos; de experiências urbanas que tomem lugares ou espaços desde suas representações, práticas e usos; de reflexões sobre os processos de construção ou desconstrução/destruição de habitações ou edifícios e sua inserção na dinâmica social, em que pese aspectos quanto à forma, ao gosto, à criação das diferenças.

 

    Organizam o dossiê: Professora Heloisa Pontes (UNICAMP) e Nathanael Araujo (PPGAS-UNICAMP).

 

    Data limite para envio de trabalhos: 30 de setembro de 2018.

    Mais informações: www.revistaproa.com.br ou Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

 

    Sobre a revista

 

    A PROARevista de Antropologia e Arte é uma publicação semestral virtual vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual de Campinas. Sua primeira edição foi publicada em agosto de 2009. As linhas editoriais da Proa compreendem a Antropologia e Sociologia da Arte, Antropologia Visual, Etnomusicologia, Etnoestética, História da Arte, Patrimônio Cultural, Políticas Culturais, Práticas Artísticas Contemporâneas, Performances e Rituais.

 

Subcategorias

UFRJ PPGAS - Programa de Pós-graduação em Antropologia Social
Desenvolvido por: TIC/UFRJ